2 de outubro de 2012

Conselhos sobre casamento 3


A paz do Senhor Presbítero, sou a irmã que tem lhe escrito para pedir conselhos sobre os problemas que tenho tido no casamento.

Na segunda feira, meu esposo me chamou e pediu perdão e dizendo que queria que continuássemos juntos. Só que agora meu coração vive aflito, angustiado, não consigo mais me sentir segura, acho que a qualquer momento ele vai mudar de atitude, pois não confio mais nos sentimentos da parte dele por mim, estou tentando nos dar uma segunda chance, mas parece que algo se quebrou. Fique com DEUS e obrigado!




Querida irmã, você queria uma resposta de Deus. Ela veio nesta forma.
É necessário para que se restabeleça a confiança, duas coisas: tempo e atitudes.
Uma atitude será a de confiar que a palavra de seu esposo ao pedir perdão foi sincera e a outra é substituir os sentimentos por amor. Amor não é um sentimento. Amor é decisão. Quando amamos fazemos como o Apóstolo Paulo nos descreve em 1 Coríntios 13:

1 Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor, serei como o sino que ressoa ou como o prato que retine. 2 Ainda que eu tenha o dom de profecia e saiba todos os mistérios e todo o conhecimento, e tenha uma fé capaz de mover montanhas, mas não tiver amor, nada serei. 3 Ainda que eu dê aos pobres tudo o que possuo e entregue o meu corpo para ser queimado, mas não tiver amor, nada disso me valerá.
 4 O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha 5 Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor. 6 O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. 7 Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
 8 O amor nunca perece; mas as profecias desaparecerão, as línguas cessarão, o conhecimento passará. 9 Pois em parte conhecemos e em parte profetizamos; 10 quando, porém, vier o que é perfeito, o que é imperfeito desaparecerá. 11 Quando eu era menino, falava como menino, pensava como menino e raciocinava como menino. Quando me tornei homem, deixei para trás as coisas de menino. 12 Agora, pois, vemos apenas um reflexo obscuro, como em espelho; mas, então, veremos face a face. Agora conheço em parte; então, conhecerei plenamente, da mesma forma como sou plenamente conhecido.
 13 Assim, permanecem agora estes três: a fé, a esperança e o amor. O maior deles, porém, é o amor.



0 comentários: on "Conselhos sobre casamento 3"