23 de agosto de 2012

Quero casar novamente, o que fazer?


Como faço para me separar, se sou casada na igreja? 
Já me separei no civil, e eu quero me casar novamente.


Paz em Cristo para você!


Se você fala em casamento na igreja católica, o que a igreja pode fazer é declarar nulo o seu casamento. Anular é uma coisa. Declarar nulo é outra. A Igreja não pode anular casamentos, mas pode reconhecer se um casamento foi nulo ou não e declarar isso.

Segundo o Código de Direito Canônico, o Livro de Leis, da Igreja Católica, há algumas razões pelas quais se pode declarar nulo um casamento. Por exemplo: se o pai de uma menina obrigar o namorado a se casar com sua filha, porque está grávida. Esse casamento foi nulo. Ou se a menina mentir que está gravida só para casar e o casamento acontecer, ele será nulo...

No entanto, para tanto, é preciso que você procure o pároco de sua Paróquia ou a Cúria (Arqui) Diocesana da Diocese onde mora, ou o Tribunal Eclesiástico, que comanda a jurisdição diocesana onde mora. Parece que o lugar mais simples, rápido e prático para se ir é a casa do padre de sua Paróquia.

Uma vez conversando com o padre de sua Paróquia, seu pastor, ele vai abrir um processo requerendo a nulidade do casamento. Vai dar introdução ao processo: entrevistar ambas as partes, ajuntar documentos necessários e encaminhá-los para o Tribunal Eclesiástico, que dará continuidade ao trabalho.

Se houver algum motivo que prove, conforme o Código de Direito Canônico, que o seu casamento foi nulo, a Igreja só vai declarar essa nulidade. Entendeu? Na verdade, não houve um casamento. Ele foi nulo desde o dia que foi celebrado. A Igreja só vai reconhecer isso e declarar em papel. E poderá casar-se novamente na Igreja.

Para isso, o Tribunal Eclesiástico leva, mais ou menos, 1 ano para chegar a um veredicto. Durante esse ano, os honorários serão pagos ao Tribunal no valor de 5 salários mínimos. A nulidade pode ser ou não declarada. 

Quanto às igrejas evangélicas, o casamento sempre é realizado como religioso com efeitos civis, no entanto, não há necessidade de se anular casamentos religiosos evangélicos. 

Dependendo da igreja que você congregue, ela pode aceitar ou não o seu divórcio. A grande maioria já permite o novo casamento.

0 comentários: on "Quero casar novamente, o que fazer?"