26 de outubro de 2010

Há perdão e liberação para 2º casamento, quando os dois foram infiéis?

Há perdão e liberação para 2º casamento, quando os dois foram infiéis?



“Todavia, aos casados mando, não eu mas o Senhor, que a mulher não se aparte do marido.Se, porém, se apartar, que fique sem casar, ou que se reconcilie com o marido; e que o marido não deixe a mulher.” (1 Coríntios 7.10,11)
Interessante como este tema da infidelidade seja tão recorrente. Grande parte das respostas dadas aqui de alguma forma voltam ao tema adultério.
É importante lembrar que Deus nos chama para uma vida de santidade e nos diz claramente que Ele “é santo!”.
A sua pergunta não deixa claro que acontecimentos levaram os dois a traírem. Não informa se ambos são cristãos, então não poderei dar uma resposta mais completa. A análise vai se basear apenas em responder ao que foi questionado.
Apesar de grande parte dos “interpretes” da Bíblia entenderem o versículo acima de forma literal, entendendo que todo crente ou não deve se separar ou, caso tenha se separado, não pode mais se casar, tendo que obrigatoriamente se tornar um eunuco, acredito que não foi isso que Paulo quis ensinar.
Paulo estava se referindo às pessoas bem casadas que por algum motivo (talvez por acharem que a vinda do Senhor acontecesse naqueles dias) quisessem se separar e viver sozinhas (supostamente para servir a Deus melhor), a essas ele diz que continuem casadas ou que estando sozinhas e decidindo deixar o celibato voltem ao seu relacionamento anterior.
Paulo nesse mesmo capítulo todo fala de forma muito realista sobre sexo, não propõe nunca que se resolva desejo sexual somente com oração de algum forma miraculosa e sim que se sacie o desejo da maneira mais saudável possível.
“Mas, se não podem conter-se, casem-se. Porque é melhor casar do que abrasar-se.” (1 Coríntios 7.9)
Não há como crer que Paulo estivesse ensinando que quem se separasse (não havendo mais como ficar juntos) ficasse sozinho para sempre. Isso seria jogar a pessoa separada na prostituição e Paulo sabia disso.
Por outro lado, se reconciliar com alguém sem amá-lo é outra espécie de prostituição, pois casamento (e todo o resto) sem amor não vale nada diante de Deus.
“E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.” (1 Coríntios 13.3)
Casamento sem amor também é uma espécie de escravidão e embora Deus nos aceite mesmo sendo escravos de outros, ele nos sugere sempre aproveitarmos as ocasiões de libertação e a não nos deixarmos escravizar novamente:
“Foste chamado sendo servo? não te dê cuidado; e, se ainda podes ser livre, aproveita a ocasião.” (1 Coríntios 7.21)
“Fostes comprados por bom preço; não vos façais servos dos homens.” (1 Coríntios 7.23)

Alguns diriam que o divórcio só é permitido em caso de adultério, mas será que uma pessoa que está com a outra sem amor ficaria até o fim da vida sem adulterar, ainda que de forma subjetiva?
“Eu, porém, vos digo, que qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela.” (Mateus 5.28)
Somente no caso daqueles que realmente não tenham mais como ficar juntos, o melhor é separarem-se e tentarem a vida novamente, desde que seja “no Senhor”.
Quanto à continuação da resposta: Entendo que se não há perdão para a continuação do primeiro casamento, ou se já houve perdão mútuo, mas não há como continuar o casamento, não existe impedimento legal para o divórcio e para o segundo casamento.
Diante de Deus, a questão do perdão e a questão da fidelidade apresenta-se como primordial para um bom relacionamento entre os cônjuges e com Ele. Sem este dois pontos, não pode haver bênção do Senhor sobre a vida de ninguém, muito menos sobre a vida de um casal.
O escrito aos Hebreus é bem claro:
“Venerado seja entre todos o matrimônio e o leito sem mácula; porém, aos que se dão à prostituição, e aos adúlteros, Deus os julgará.” (Hebreus 13.4)
Finalizo informando que nestes links, você pode encontrar mais informações sobre o assunto:

http://goo.gl/k4qh
http://goo.gl/hpU8
http://goo.gl/PGeS

0 comentários: on "Há perdão e liberação para 2º casamento, quando os dois foram infiéis?"