27 de fevereiro de 2010

Porque que Deus disse "não matarás" e depois manda matar?

Porque que Deus disse "não matarás" e depois manda matar?


É interessante você compreender que há um equívoco na tradução que conhecemos, "não matarás". O correto seria, vindo da palavra hebraica tirtzach, "não assassinarás". A explicação é simples:

Matar = tirar a vida de alguém em defesa própria ou em defesa de alguma pessoa inocente, um povo (como vemos nas guerras citadas na Bíblia), o que a Bíblia permite.

Assassinar = tirar a vida de alguém maldosamente, muitas vezes por vingança. é um ato brutal, alegremente praticado, como o cometido por seguidores de Charles Manson. Esse ato não é aprovado, muito menos permitido, por Deus.

Os atos de matar e assassinar não são iguais.

Em Gn 9 Deus dá ao homem a autoridade de matar como forma de exercer juízo. Essa autoridade é confirmada no NT em Rm 13 e essa é a dificuldade de muitas pessoas não entenderem que a pena de morte, por exemplo, ou a morte na guerra, foram coisas autorizadas por Deus em Gênesis 9 e nunca revogadas.
Quando Deus mandava os judeus invadirem uma terra, Ele estava exercendo Seu juízo sobre povos cruéis. Você pode entender isso quando Ele adia seu juízo sobre os Amorreus porque ainda não tinham enchido a medida de iniquidade: "Na quarta geração, porém, voltarão para cá; porque a medida da iniqüidade dos amorreus não está ainda cheia". Gênesis 15:16
Mas Deus não usou apenas judeus como Seu instrumento de juízo. Ele usou gentios, como Ciro: "Assim diz o Senhor ao seu ungido, a Ciro, a quem tomo pela mão direita, para abater nações diante de sua face, e descingir os lombos dos reis; para abrir diante dele as portas, e as portas não se fecharão" Isaías 45.1
E se pensarmos no reino milenial de Cristo que ocorrerá após o arrebatamento da Igreja e a grande tribulação, e antes do juízo final, fica fácil entender que não será uma coisa tão idílica quanto muitos pensam, já que durante aquele período quem não se sujeitar a Deus será morto. O juízo será todas as manhãs.

0 comentários: on "Porque que Deus disse "não matarás" e depois manda matar?"